“Ninguém pode voltar atrás e fazer um novo começo. Mas, todos podem começar agora e fazer um novo fim”. Essa famosa frase do médium Chico Xavier exemplifica a importância de as pessoas reservarem um tempo para se dedicarem a si mesmos e, principalmente, buscarem sempre viver da forma que realmente desejam, sem se preocupar com as críticas ou com o que os outros vão pensar.

Apesar de não ser algo evidente, muitas vezes as pessoas vivem mais a vida das outras do que a própria, seja por medo de arriscar, de enfrentar um novo desafio ou de ser verdadeiramente felizes. “Ao tentar suprir, de todas as formas, as expectativas dos outros a pessoa se esquece completamente do que realmente a faz feliz. Nada é mais genuíno e pessoal do que escolher a maneira que quer viver. Além disso, não há um motivo tão forte que nos faça ter medo da vida, sendo necessário aproveitá-la sempre com muita alegria e plenitude”, afirma William Ferraz, especialista em Programação Neurolinguística e diretor do Instituto Ideah, dando exemplos para identificar o atual momento. “Se você reservar um tempo para olhar para a própria vida e nada nela fizer sentido; ou mesmo se acorda de manhã e já é tomado por emoções negativas, esses são dois sinais claros que você não está vivendo a vida que realmente deseja”.

Diante desse contexto, a PNL pode ser extremamente eficaz, já que, por meio de diversas técnicas, ela consegue ajudar as pessoas a identificar ou clarificar todas as questões da vida. Dentre os seus benefícios é possível mudar um comportamento, pensamento ou emoção, além de ser capaz de ressignificar memórias ou sentimentos negativos, que, muitas vezes, impedem a pessoa de ir em frente e, consequentemente, de ser plenamente feliz. Esses hábitos, aliás, são adquiridos e formados, ao longo do tempo, sendo consequências das informações recebidas desde a infância e que acabam influenciando em como a pessoa lida com as situações no restante da vida.

Portanto, se a vida não está como gostaria é necessário, em primeiro lugar, a pessoa reconhecer e aceitar que foi ela mesmo que se colocou nessa “confusão”, do contrário, ao se acomodar e deixar a vida como está, ela perderá a chance de ter uma visão mais ampla e de buscar o autoconhecimento. A boa notícia é que a pessoa pode, a qualquer momento, reassumir o controle e alterar os rumos, assumindo a responsabilidade em busca dos objetivos que deseja. A partir dessa mudança de comportamento será possível buscar o aprendizado e o crescimento.

“As escolhas inconscientes a colocaram onde ela está hoje e o primeiro passo é se conscientizar e reconhecer que não está obtendo o que deseja, tanto na vida pessoal como profissional. Será gerado, assim, a insatisfação e o desejo verdadeiro de mudança. A PNL abre um campo de possibilidades de alterar a forma como as coisas são vistas e vividas. Ao invés de criar experiências mentais negativas, a pessoa passa a ser capaz de reverter esse quadro e criar experiências positivas. O que tem que ficar claro é que é muito saudável e possível identificar os incômodos e mudar o curso da vida em direção das realizações desejadas, sem medo ou dúvida. Só assim a pessoa viverá verdadeiramente da maneira que ela considera melhor para ela e não para os outros”, completa.

Pin It on Pinterest

Share This