Terminar um relacionamento não é fácil e pode parecer o fim do mundo. Porém, quase todo mundo enfrentará essa situação alguma hora da vida, tendo que enfrentar as emoções tão características desse momento. Há, porém, maneiras de sair fortalecido dessa incômoda situação e a forma pode ser encontrada na Programação Neurolinguística (PNL).

De acordo com o William Ferraz, diretor do Instituto Ideah, colocar um ponto final no relacionamento traz um grande aprendizado, porém, é um processo doloroso por uma série de motivos, entre eles, a brusca mudança nos hábitos que estavam ligados ao relacionamento, a ausência do outro, oscilação de sentimentos, passando da raiva para a saudade, tristeza, ansiedade, medo e sensação de liberdade. Em meio a esse turbilhão, a Inteligência Emocional é uma grande aliada para organizar as emoções. “A PNL auxilia na compreensão e ressignificação de experiências traumáticas, mudando a maneira de lidar com determinadas situações. Qualquer pessoa tem plena capacidade de atingir a estabilidade emocional.

Para isso, se faz necessário aprimorar recursos internos para enfrentar da melhor forma os problemas, sentimentos e emoções de um término de um relacionamento, de um casamento ou mesmo de uma amizade”, afirma ele, completando: “por meio dos ensinamentos da PNL é possível retomar o controle da própria mente, que é perdida quando passamos por experiências traumáticas”, diz. As técnicas também ajudam a evitar quadros de depressão, que podem aparecer em uma situação como essa. “É sempre necessário valorizar as próprias qualidades e evitar que o sentimento negativo domine, tirando as perspectivas de felicidade”, comenta.

Da mesma forma que a PNL ajuda nesse momento complicado, ela também pode ser de grande valia para as pessoas aprenderem a lidar com as próprias emoções e descobrirem o verdadeiro gatilho que provocava os conflitos dentro de um relacionamento. “É necessário usar essa frustração que está sentindo para aprender a lição que a vida está dando. Se isso não for feito será impossível colher resultados diferentes no restante da vida”, comenta.

Algumas dicas também podem ser utilizadas para ajudar nessa travessia dessa difícil fase. A primeira é cuidar de si mesmo, evitando beber para esquecer ou mesmo fazer sexo por vingança. Também é importante socializar com outras pessoas que podem fornecer algo positivo. Diante desse momento, a pessoa também pode redescobrir o que lhe faz feliz e o que a define. É importante, ainda, se concentrar nos aspectos positivos do término, como poder voltar a fazer os passatempos que gosta, mas que se perderam durante a relação. Por fim, não se deve ter medo de procurar ajuda profissional para auxiliar a lidar com o término. “A PNL vai trabalhar os pensamentos e modificar a intensidade dos sentimentos, abreviando assim o período de sofrimento e acelerando a superação”, conclui.

Pin It on Pinterest

Share This