Uma das principais sensações experimentadas pelo ser humano, o medo deixa o organismo em estado de fuga ou defesa; fobia é caracterizado pelo medo excessivo

O medo pode ser visto como uma reação fisiológica de liberação de uma grande quantidade de adrenalina e cortisol no cérebro. Segundo explica William Ferraz em uma entrevista para a Editora Alto Astral, o nível excessivo dos neurotransmissores “dispara uma resposta fisiológica no organismo e o prepara para uma estado de alerta para fuga ou defesa”.

Essa resposta é causada, em situações adversas, pela defesa natural do corpo, a partir de uma estrutura cerebral chamada sistema límbico, responsável pelas emoções.  Para conferir a matéria completa clique aqui e veja mais informações sobre a diferença de fobia e medo.

 

Quer aprender como controlar os seus medos e fobias e outros sentimentos? No dia 14 de setembro, das 19 às 22h30, haverá um workshop  sobre inteligência emocional. A inscrição você pode fazer neste link. Mais informações pelo telefone: 011 4949-4444 e no e-mail: contato@institutoideah.com.br.

 

Pin It on Pinterest

Share This