A Organização Mundial de Saúde (OMS) define saúde como “um estado de completo bem-estar físico, social e mental”. Porém, esse último aspecto muitas vezes é deixado de lado pelas pessoas, justamente em um momento em que as taxas de suicídio, depressão e ansiedade têm crescido de forma assustadora em todo o mundo.

No primeiro mês do ano, porém, o assunto está mais em evidência, pois é quando ocorre a campanha nacional “Janeiro Branco”, que se faz importante para chamar a atenção para os temas da Saúde Mental e da Saúde Emocional nas vidas das pessoas, além de conscientizá-las sobre a prevenção em relação às graves doenças que com eles estão relacionadas.

Segundo a OMS, os transtornos e doenças mentais afetam mais de 400 milhões de pessoas no mundo inteiro. O Brasil não fica de fora, cerca de 23 milhões de pessoas passam por este tipo de problema. “Os índices estão cada vez mais alarmantes e, para piorar, nas redes públicas os tratamentos oferecidos estão longe de serem os melhores. Além disso, falta um acompanhamento adequado a essas pessoas. O que preocupa é que se tais transtornos não são cuidados com a atenção necessária podem se agravar”, comenta William Ferraz, diretor do Instituto Ideah, lembrando que dados da Organização das Nações Unidas (ONU) estimam que 75% a 85% das pessoas que sofrem dessas doenças não têm um tratamento adequado.

É possível, entretanto, manter a saúde mental e esse objetivo pode ser alcançado mais facilmente se as pessoas seguirem essas dicas simples:

– Seja grato;
-Pratique o autoelogio todos os dias;
– Não pense nos problemas o tempo todo;
– Aprenda a dizer não;
-Fale dos seus sentimentos com alguém que você confia;
-Seja gentil com você mesmo;
-Seja generoso ninguém é feliz o tempo todo;
-Aceite as mudanças;
-Aprenda a interpretar as criticas;
-Fique atendo aos seus pensamentos;

Pin It on Pinterest

Share This