Para uma vida saudável e uma boa qualidade emocional todas as pessoas precisam cuidar das suas emoções e para isso é preciso refletir sobre como são orientadas as crianças em relação aos próprios sentimentos.
Quando uma criança é ensinada que “homem não chora” essa criança cresce e carrega essa mensagem em suas atitudes na vida adulta, passa a esconder suas emoções e sentimentos ou considerar que algumas emoções são sinal de fraqueza o que pode ocasionar muitos transtornos para essa pessoa sua vida e suas relações.
Todo ser humano chora, o fato de se emocionar não desabona ou diminui nenhuma pessoa, precisamos ter mais empatia em relação aos sentimentos das crianças para orienta-las a entender o que estão sentindo e parar de reproduzir frases que não ajudam essa criança a se tornar um adulto que possa ter uma boa relação com seus sentimentos e que consiga lidar com suas emoções e conflitos de maneira a se entender e respeitar.
As pessoas responsáveis por orientar as crianças, que são os pais, professores, irmãos mais velhos, tios, etc, influenciam diretamente na aprendizagem emocional dessa criança por isso é preciso ficar atento as mensagens que são passadas ou replicadas para que no futuro essa pessoa saiba lidar de forma saudável com as suas emoções e respeitar as emoções das outras pessoas.

Por que reprimir o medo nos meninos? Por que desqualificar a raiva nas meninas?

Essas são reações naturais do ser humano e quando as pessoas qualificam como sendo sentimento de um ou de outro, esse ser humano passa a reprimir suas emoções e, muito provavelmente quando se tornar adulto não saberá lidar com determinadas emoções o que pode prejudicar desde seus relacionamentos até sua saúde física e mental, visto o crescente número de suicídios, doenças psicossomáticas e uso desenfreados de medicamentos psiquiátricos.
Não existem emoções proibidas ou permitidas para homens e mulheres, todas as pessoas podem sentir medo, alegria, vergonha, raiva, entre diversas outras emoções que são intrínsecas do Ser Humano.
Quando um menino é ensinado que ele não pode sentir medo essa mensagem poderá ser representada em sua vida adulta como não preciso ter precaução, não necessito procurar ajuda quando estiver em apuros, não posso nem preciso conversar sobre meus sentimentos, por isso a resistência em alguns homens em procurar por auxílio médico ou terapêutico.

Por que os meninos são orientados que não devem ser alegres demais ou espontâneos?

É preciso repensar sobre as mensagens que são passadas as crianças para que se possa desvincular comportamentos prejudiciais quando se tornarem adultos.
Somente é possível desfrutar os prazeres da vida quando libertamos nossas emoções.
Sentir vergonha das próprias emoções pode fazer com que a pessoa esconde sua afetividade, uma pessoa que como não sabe expressar suas emoções pode se tornar violenta, considerar a empatia como um sinal de fraqueza, isso pode exercer grande influencia na maneira como essa pessoa lida com o outro no seu ambiente de trabalho, nos seus relacionamento e replica isso na educação de outras crianças, ou seja, a dificuldade de se compreender emocionalmente é uma agressão psicológica o que pode causar forte impacto negativo na vida da pessoa e também na vida dos que a cercam.
As emoções fazem parte da nossa essência, são parte da nossa vida, não podemos fingir ou esconder nossos sentimentos mas podemos aprender a lidar com eles de maneira saudável.
Existem maneiras de ressignificar e trabalhar essas mensagens erradas que foram aprendidas na infância, é possível libertar suas emoções.

Aprenda como dar novos significados à crenças que hoje te limitam. Aprenda como criar novas crenças que te favoreçam!

Pin It on Pinterest

Share This