Diante das influências positivas e negativas proporcionadas por pessoas a nossa volta e também pelas experiências, bem ou mal sucedidas, enfrentadas no dia a dia, percepções do mundo acabam, ao longo de toda a vida, sendo criadas e muitas das vezes não competem com a realidade. Cria-se assim uma crença limitante, que acaba bloqueando a realização de um desejo e ou de uma meta.

Em um primeiro momento é comum acreditar que resolver essa questão será bastante complicado, mas há sim essa possibilidade e está mais perto do que se imagina, com a pessoa sendo a primeira e única responsável pelo seu próprio fracasso ou sucesso. As crenças limitantes impedem, por exemplo, a capacidade de entrar em ação e gerar resultados, e acabam governando e determinando as ações. Dessa forma, é preciso ficar claro que toda mudança pessoal tem início na crença e não em um comportamento. Assim, aprender a identificar crenças limitadoras e encontrar a causa dela é o primeiro grande passo, definindo dessa forma qual é o objetivo que deseja alcançar quando se deparar com algum tipo de bloqueio mental. É extremamente necessário substituir a crença antiga e depois condicioná-la até que se torne um hábito.

Existem também hábitos comuns que incomodam a própria pessoa ou os outros e uma mudança nesse determinado comportamento, que é repetido há anos, parece fora do alcance, como se ele fosse uma tatuagem que não sai mais. Porém, tudo tem solução, como defende o alemão Wolfram Schultz, professor de neurociência da Universidade de Cambridge, na Inglaterra. Para ele, “hábitos são sequências de ações aprendidas depois de muita repetição, até que passam a ser executadas com o mínimo de esforço mental”. Quem, por exemplo, nunca passou por experiências como fazer uma dieta; manter a casa arrumada; estudar mais ou até conseguir manter o controle. Temporariamente, o objetivo é até alcançado, porém, em virtude do hábito adquirido por anos, o comando é perdido e tudo volta a ser como antes.

Que tal começar 2018 resolvendo conflitos internos, comportamentos e crenças limitantes e hábitos que incomodam? A Turma de Programadores em Neurolinguística do Instituto Ideah fará hoje, dia 9 de janeiro, às 19 horas, uma noite de atendimentos gratuitos. Restam poucas vagas, informações pelo telefone (11) 4949-4444.

Pin It on Pinterest

Share This